sexta-feira, 15 de abril de 2011

História 13: O funeral de Naim

O funeral de Naim

No funeral do filho de uma viúva da cidade de Naim, Jesus faz o jovem defunto levantar-se do seu caixão.
Lucas 7:11-17


A pequena e sossegada cidade de Naim, das terras de Israel, ganhou única e notória menção nas páginas das sagradas escrituras ao ser visitada por Jesus Cristo durante um triste acontecimento que mobilizou a cidade. Seguido por seus discípulos e por uma grande multidão, Jesus chegou à porta da cidade de Naim e presenciou uma cidade enlutada. Uma outra multidão caminhava pelas ruas de Naim em cortejo fúnebre carregando o caixão de um jovem e seguindo uma triste viúva, que era a mãe do defunto.

Quando Jesus viu o triste semblante da viúva de Naim, sentiu profunda compaixão dela. Jesus não conhecia a viúva, mas sentiu em si mesmo a dor daquela mulher, que já havia perdido o marido e naquele momento chorava a perda do seu único filho. Não havia palavras que consolassem aquela mulher, pois perder marido e filhos, para uma mulher daquela época, era como se perdesse praticamente tudo. Mas Jesus disse a ela duas palavras de consolo que não voltariam vazias: “não chores”.

Jesus aproximou-se e tocou no caixão do rapaz interrompendo o cortejo fúnebre. As pessoas que levavam o caixão pararam para que Jesus olhasse o defunto. Naquele momento, duas multidões, a que seguia Jesus e a que seguia a viúva no cortejo fúnebre, juntaram-se em torno de Jesus e do caixão do rapaz. Aquelas pessoas testemunharam o grande acontecimento que levou a cidade de Naim do anonimato para as páginas das escrituras sagradas.

Ao tocar no caixão do rapaz, Jesus falou claro e diretamente com o defunto: “Jovem, eu te digo: Levanta-te”. Quando essas palavras foram proferidas próximo ao caixão, sinais de vida faziam desaparecer a forte presença da morte no funeral de Naim. O defunto começou a virar-se no caixão chamando a atenção das duas multidões que participavam do funeral. Em pouco tempo, o filho da viúva de Naim estava sentado no caixão e começou a falar. Possivelmente, diante daquela cena, algumas pessoas saíram correndo, outras desmaiaram de susto e outras ficaram paralisadas pelo forte impacto de verem um defunto levantar-se do caixão. Mas, mesmo tomadas por grande pavor, as pessoas glorificaram a Deus e reconheceram que um grande profeta se levantou em Israel e que Deus havia visitado o seu povo naquele dia.

Ninguém, no entanto, poderia ter sentido mais emoção pela ressurreição do jovem do que a mãe dele. A profunda tristeza da viúva cedeu lugar a uma grande alegria no coração. O milagre de Jesus devolveu a vida do rapaz e a alegria de viver de sua mãe. Naquele memorável funeral, do choro fez-se o riso, da tristeza fez-se grande celebração e da morte fez-se vida. Isso é incrível!

O milagre realizado no funeral de Naim logo ganhou repercussão em Israel. Depois da ressurreição do filho da viúva de Naim, rapidamente a fama de Jesus alcançou toda a Judéia e todas as terras vizinhas de Naim. E assim, a pequena e esquecida cidade de Naim, que existe até os dias de hoje em Israel, ficou para sempre lembrada como a cidade onde Jesus ressuscitou o filho único de uma viúva.

Textos sugeridos

Lc.7:11-17 - A história do funeral de Naim
Rm.12:15 - Chorem com os que choram como fez Jesus
ICor 15:16-19 - A importância da ressureição
Jo 5:25-29 - As duas ressurreições
Ec.6:3 - É importante ser enterrado depois de morto

Reflexão

Funeral com cremação: O que vai significar?



A Bíblia não condena explicitamente a cremação. O homem é pó e ao pó tornará, com ou sem cremação. No entanto, enquanto o sepultamento é associado à preservação, a queima de corpos é associada a punições severas (Lv. 20:14; Js. 7:24-26; Dn.3:19-20), à profanação (IIRe.23:16-18) e à destruição (Am 2:1-2).

Segundo a Bíblia, a cremação não anula a ressurreição por dar fim ao corpo, pois os salvos ressuscitarão independentemente do destino de seus cadáveres, já que receberão novos corpos (I Cor 15:35-50; Fil.3:21) .

Muitas pessoas realizam a cremação por acharem uma cerimônia bonita e nobre, mas outros a realizam por motivos religiosos e por ideologias que negam a ressurreição dos mortos. Os ateus, por exemplo, vêem a cremação como uma forma de manifestarem que não acreditam na vida após a morte. Já algumas religiões realizam a cremação por crerem na reencarnação, o que também nega a ressurreição e a salvação através de Jesus pois associa a salvação a vários estágios de evolução da alma em cada reencarnação.

A decisão de enterrar ou cremar o corpo morto deve ser feita com base em propósitos que justifiquem uma dessas opções. Por que assemelhar-se às religiões pagãs quando podemos fazer como os heróis da Bíblia, que sepultaram com zelo os seus restos mortais?

Como cristãos, temos a missão de propagar o evangelho de Jesus enquanto aqui estivermos. Quando daqui sairmos, devemos ter também a preocupação de deixar uma ultima mensagem às pessoas para que elas dêem valor à vida antes e depois da morte. Como você quer que as pessoas interpretem o seu funeral: como um fim à vida ou como uma celebração da sua passagem para a eternidade com Cristo? Pense nisso, o funeral é sua última mensagem!

10 comentários:

  1. Márcia!O seu comentário sobre a viúva de NAIM estar muito bom, você merece PARABÉNS.olha não fique chateada,más esta MASCARA não fico bem.porque nós somos crentes e não tememos nada,somos LUZ e a LUZ tem que resplandecer , DEUS te abençoe muito mais ,GRAÇA E PAZ.

    ResponderExcluir
  2. Humm...Vc tem toda razão! A Miss M era uma personagem que eu usava para revelar segredos da informática eheheh Mas vou mudar a foto :)
    Abração para vc,
    Obrigada pelo comentário!
    Deus o abençoe!

    ResponderExcluir
  3. Prezada Missª. Marcia:

    A Paz do Senhor!

    Parabéns! Gostei muito da exposição do texto de Lucas 7:11-17 (Funeral de Naim), mas tenho uma dúvida e gostaria de sua ajuda para elucidá-la.

    No Capítulo 19 do livro de Números fala sobre a Lei Cerimonial da Purificação, mostra Jesus quebrando um paradigma, ao tocar o esquife, pois um judeu não poderia tocar em ninguém morto. Ouvir alguns comentários que Ele não poderia parar o cortejo fúnebre também, porém não encontrei na bíblia algo que comprovasse esta afirmação.

    A Professora conhece alguma passagem que comprove esta afirmação?


    Em Cristo Jesus.

    ResponderExcluir
  4. OLá, Lusardo! Tudo bem? Obrigada por sua participação no Blog :)
    Jesus, com mais esse exemplo, mostrou que é mais importante fazer o bem do que cumprir a lei ao pé da letra. É o mesmo caso da mulher com fluxo de sangue (leia o estudo que coloquei aqui "A intocável"). A lei condena e separa, mas o amor cura e restaura. O que era mais importante para Deus: ficar puro ou trazer um homem de volta para a vida? Maior do que a Lei sempre deve ser o amor, por isso, Jesus resumiu a lei no amor a Deus e ao próximo. Se não fosse assim, o defunto de Naim teria outro fim. Mesmo Jesus tendo ficado "impuro" as pessoas glorificaram a Deus. Certamente não fariam o mesmo se Jesus ficasse puro e o funeral prosseguisse. Aí fica claro o que agrada mais a Deus! Era isso que Jesus queria deixar bem claro. Quanto ao que você disse de que ele não poderia interceptar o funeral, também não achei fundamento bíblico, segundo a minha Bíblia de estudo, que é muito aprofundada... Abraços

    ResponderExcluir
  5. Gostei nmuito do seu estudo,que Deus te abençõe...

    ResponderExcluir
  6. Deus te abençoe querida muito bom seu comentário

    ResponderExcluir
  7. Marcia vou ministrar uma pregação nesta noite,baseado neste texto da viuva de Naim e seu comentario e sua obra vai me ajudar muito ,creio que o Espirito Santo me direcionou para ler sua publicação e desejoque nosso Deus sempre continue usando pessoas como Vc que a luz da biblia publica artigos para edificação de muito,que Deus continue derramando bençãos sobre sua vida

    Ev.Jailson Rocha

    Igreja Batista Canaã / Maceió Al

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,Jailson!
      Muito obrigada! De fato,esse é o objetivo:que a mensagem da Palavra de Deus chegue as pessoas que a Internet seja um instrumento de Deus para nos ajudar nessa missão.A bênção do Senhor para o irmão na sua pregação :)

      Atenciosamente,
      M@rcia

      Excluir